Como Conseguir Isenção de Taxa do Enem

isencao Enem

Quando acabamos o ensino médio, chega a hora de pensar em qual curso de faculdade entrar. Porém, a pior coisa é não saber como pagar uma boa universidade para estudar. Foi por isso que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (o Inep) e o Ministério da Educação do Brasil resolveram criar o Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio, lá no ano de 1998, para ajudar os estudantes  de baixa renda a realizar o seu sonho de entrar na faculdade.

            O Enem é uma prova que ocorre todos os anos para testar os conhecimentos dos candidatos e avaliar qualidade do ensino médio em todo o país. Além disso, serve para encaminhar os candidatos a uma faculdade lhe dando uma boa bolsa de estudo que pode chegar a 100% (ou seja, um curso totalmente de graça) dependendo dos acertos na prova e a disponibilidade da universidade.

            A prova do Enem contém quatro provas objetivas com quarenta e cinco questões cada e mais uma redação que deverá ter, no mínimo, 30 linhas.

            Para participar do Enem, o candidato deverá se inscrever através da internet e pagar uma taxa de cerca de R$ 85,00 (ou mais, dependendo do ano em que for realizado). No entanto, muita gente não consegue participar do Enem por este motivo e foi pensando nisso que a própria Inep dispôs a isenção de taxa do Enem, um direito ao candidato de fazer o Enem de graça.

            Para que o candidato tenha esta gratuidade, é necessário, primeiramente, que ele peça a isenção antes de fazer a inscrição do Enem através Clicando aqui e que seu perfil esteja de acordo em uma das categorias a seguir:

  • O candidato deverá ter cursado todo o ensino médio em uma escola pública ou como bolsista integral em uma particular, tendo como renda familiar um salário-mínimo e meio no máximo;
  • O candidato deverá, no mínimo, estar cursando o último ano do ensino médio em uma escola pública garantida pelo Censo Escolar;
  • O candidato deverá estar em situação precária econômica numa família que possui uma renda mensal de no máximo até três salários-mínimos ou uma renda por pessoa de até meio salário e deve possuir o número do NIS (Número de Identificação Social) único e válido.

            Caso o pedido de isenção seja negada, o candidato ainda pode recorrer a decisão apresentando documentos como RG, declaração que comprove que o candidato estudou em escola pública no ensino médio, comprovante de renda etc (o famoso “atestado de pobreza”).

            No dia da prova, não se esqueça de levar um documento com foto como RG ou CNH, por exemplo, uma caneta de tinta preta em material transparente e o cartão de confirmação da prova (recomendável). Não leve lápis, livros, borracha, corretivo etc, obedeça as ordens dos fiscais da prova e o horário de abertura e fechamento dos portões dos locais da prova.

            Lembrando que é de total responsabilidade do candidato acompanhar os dias e os prazos para pedir a isenção, fazer a inscrição e o dia da prova. Todas essas informações constam no site oficial do Enem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.