FIES: Como conseguir?

Fies

Fazer faculdade é algo essencial para garantir uma boa vaga no mercado de trabalho e este sonho pode ser realidade se você optar pelo FIES, o Fundo de Financiamento Estudantil, que te dá uma grande ajuda na hora de pagar as mensalidades de seu curso.

            O FIES foi lançado pelo Ministério da Educação pela Lei 10.260/2001 e serve para ajudar estudantes com uma avaliação positiva, que participaram do ENEM (a partir da edição de 2010), matriculados em instituições de ensino superior pagas (adeptos ao programa) a custear a graduação.

            Para poder se inscrever no programa, é necessário acessar o site do Sistema de Seleção do FIES, o FIES Seleção, Clicando aqui. O aluno deverá informar todos os seus dados pessoais solicitados na tela para seu primeiro acesso ao sistema. Logo, o aluno receberá um e-mail para a validação do cadastro para poder acessar sua conta no site e solicitar a inscrição ao FIES. A contar até cinco dias corridos, o estudante pré-selecionado, deverá acessar o site do SisFies, para efetivar sua inscrição ao FIES. Depois disso, em até dez dias corridos a partir da conclusão de sua inscrição, o estudante deverá confirmar seus dados pessoais na CPSA (Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento), na instituição de ensino onde estuda. O prazo para a confirmação da inscrição no CPSA e também da confirmação da documentação é a partir da finalização da inscrição no SisFies. Durante a inscrição do SisFies, o estudante escolherá qual instituição bancária quererá (geralmente é o Banco do Brasil ou a Caixa Econômica Federal). Se for o caso, em até dez dias corridos a partir do terceiro dia útil da data da confirmação da inscrição pelo CPSA, o estudante e seu fiador deverão apresentar-se a um agente financeiro do FIES para fazer o acordo do financiamento.

            Em 2010, o FIES ganhou uma nova versão tendo o seu período de carência mudado para 18 meses, sua taxa de juros por 3,4% ao ano, o período de amortização por três vezes o período de duração regular do curso com mais 12 meses e o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) passou a ser o Agente Operador do Programa. O percentual do financiamento aumentou para até 100% pois as inscrições começaram a ser permitidas para o estudante pedir o financiamento o ano inteiro. Em 2015, no segundo semestre, os juros concedidos aos recursos do FIES foram aumentados para 6,5% ao ano.

            Porém, em 2018, tudo mudou: um novo Fies surgiu trazendo inúmeras novidades ótimas aos estudantes. Para começar, o novo Fies agora possibilita o juros zero para aquele mais necessita, fora o aumento de sua transparência para com a sociedade e os estudantes. O novo FIES agora é separado em dois tipos: na primeira, o novo FIES, com juros zero, oferecerá vagas para alunos que possuírem uma renda mensal  de até três salários-mínimos (com quem o estudante mora) e na segunda modalidade, a chamada “P-Fies”, é ofertada aos alunos com renda mensal de até cinco salários-mínimos (também somado com todos os membros familiares).

            Para mais informações, Clique aqui e acesse a página oficial do FIES. através do endereço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.