Wi-Fi Livre SP – Internet grátis para todos

wifi livre

Usar a internet quase o tempo todo faz parte da vida de muita gente no mundo inteiro e aqui, na cidade de São Paulo, a coisa não é diferente: a Prefeitura de São Paulo criou o projeto “Wi-Fi Livre SP” no ano de 2014 em parceria com a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo e a Secretaria de Serviços que dá acesso gratuito a internet através de vários pontos (principalmente em praças e parques) espalhados por toda a cidade. Esta iniciativa é para incentivar a população da cidade de São Paulo a cultura digital e também promover uma ocupação maior nos espaços públicos que existem por aqui.

            Você pode encontrar o “Wi-Fi Livre SP” em locais como a Biblioteca Álvares de Azevedo localizada no bairro de Vila Maria Alta ou até na Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda localizada em Itaquera, por exemplo. Também em CE Cambuci (CEE Rubens Pecce Lordello), clube localizado no próprio bairro do Cambuci e até no CE Náutico Guarapiranga – CENG, outro clube localizado no bairro do Jardim Ângela. O “Wi-Fi Livre SP” está disponíveis também nos teatros como o Teatro Cacilda Becker, na Lapa ou no Teatro João Caetano, na Vila Clementino. Em pontos turísticos famosíssimos da cidade de São Paulo, como no Mercado Municipal, localizado no bairro da Sé, também podemos achar o “Wi-Fi Livre SP” disponível ou até no MASP ou na Rua 25 de Março localizados na mesma região. Nos centros culturais não é diferente: no Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes (Biblioteca Pública Municipal Maria Firmina dos Reis) tem disponível o “Wi-Fi Livre SP”, por exemplo e até nos “céus” como no CEU Caminho Do Mar, localizado no bairro de Jabaquara, também tem o seu.

            O “Wi-Fi Livre SP” é considerada uma das maiores redes públicas da América Latina e pode ser encontrado em 120 lugares, inclusive em locais onde a população é mais carente e precisa da internet para trabalhar e estudar, bem como para promover a inclusão digital. São 23 pontos na região central, 18 na zona norte, 36 na leste, 28 na sul e 15 na zona oeste. Em 2018, a Prefeitura de São Paulo lançou um edital para credenciar empresas e organizações a fim de aumentar a rede de conectividade até 2020. A proposta da expansão é aumentar para mais de 300 pontos de conexão entre centros culturais, desportivos, pontos turísticos e biblioteca. A Prefeitura de São Paulo garante que é uma conexão de internet segura, pois contém proteção de dados e privacidade do usuário.

            Para ter acesso a essa internet totalmente gratuita, basta comparecer aos pontos incluídos no programa usando um smartphone, tablet ou notebook, localizar a rede com o nome “WiFi Livre SP” e conectar o aparelho. Sendo assim, você terá de informar o número de seu telefone celular para que um código de segurança seja enviado ao seu aparelho e você possa iniciar a sessão com a internet. Você deverá assistir a um anúncio de publicidade para que possa obter a navegação gratuitamente.

            O usuário terá direito a uma internet de 512kbps, no mínimo, para poder entrar em redes sociais, vídeos (Youtube, por exemplo), fazer videochamadas (em aplicativos de mensagens como Whatsapp ou o Messenger do Facebook), fazer cursos totalmente on-line etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.